Brasil recebe evento internacional para discutir o mercado de energia solar

O Brasil tem se consolidado nos últimos anos como uma das principais potências em energia solar na América Latina. Leilões Federais dedicados exclusivamente a esta fonte, somados à vocação natural do país para explorar este recurso – dada a sua localização geográfica – e a necessidade de o país diversificar sua matriz energética, são ingredientes que devem impulsionar ainda mais o setor nos próximos períodos.

Para promover as tecnologias e aplicações da energia solar no país, será realizada a exposição e conferência Intersolar South America 2016, de 23 a 25 de agosto no Expo Center Norte, em São Paulo. A intersolar, que este ano completa 25 anos percorrendo o mundo para promover este mercado, receberá nesta sua 5ª edição sul-americana empresas, profissionais e usuários para debater tendências, realizar negócios e trocar conhecimentos sobre os desenvolvimentos tecnológicos desse mercado, métodos de produção eficientes, formação profissional na área, financiamento e planejamento de projetos, e apresentar soluções, entre outras atividades.

Para esta edição, são esperados mais de 100 expositores, nacionais e internacionais, que vão apresentar novas tecnologias em células e módulos fotovoltaicos de silício cristalino e de filmes finos, componentes de sistemas FV, tecnologias de baterias, rastreamento solar e sistemas de montagem, entre outras soluções.

De acordo com Mônica Carpenter, diretora da Aranda Eventos, empresa organizadora, a Intersolar South America é realizada em um momento oportuno, quando estão em pauta as melhorias estruturais que o país tanto necessita no campo da energia. “A Intersolar será o ambiente ideal para a discussão, por um lado, da expansão das grandes usinas solares no País e, por outro, da mudança de paradigma que representa o avanço da geração distribuída, em que o pequeno consumidor começa a abandonar sua condição passiva para produzir a própria eletricidade”, afirma a executiva.

Encontro Nacional de Instalações Elétricas – ENIE 2016

A edição deste ano da Intersolar South America será realizada de forma simultânea com o Encontro Nacional de Instalações Elétricas (ENIE), também nos dias 23 a 25 de maio. O evento, também composto por congresso e exposição, vai apresentar o que existe de mais avançado em tecnologia de instalações, equipamentos e sistemas elétricos prediais e industriais de média e baixa tensão e seus componentes, além de sistemas de iluminação interna, externa e pública. O evento reunirá projetistas, instaladores, construtoras, concessionárias de energia elétrica, fabricantes, distribuidores, consultores, prestadores de serviços, órgãos governamentais, institutos e instituições de ensino, usuários da indústria, do comércio e do terceiro setor.

Mercado de Energia Solar – Mesmo com Chile e México ainda liderando este mercado na América-Latina, o Brasil aparece como forte candidato a ser o principal protagonista do segmento no longo prazo. Para ratificar o bom momento do setor, o Brasil terá um novo leilão voltado à energia solar, o 1º Leilão de Reserva, marcado para julho – de acordo com anúncio feito pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE). Para esta edição, de acordo com a empresa, foram cadastrados 295 projetos que, juntos, irão ofertar 9.210 megawatts de potência instalada. Deste total, a Bahia se destaca com o maior número de empreendimentos cadastrados, com 61 unidades (1.593 MW). Em seguida vêm Piauí, com 42 projetos (1.430 MW), e São Paulo, com 44 projetos (1.328 MW). Outro Leilão deverá ocorrer em outubro. A projeção do Governo Federal é de que a capacidade brasileira deve chegar aos 110 GW em 2040.

Em 2015, o número de painéis fotovoltaicos instalados no Brasil cresceu substancialmente, em função do aumento nas tarifas de eletricidade, que sofreram incremento de até 50%. Outro ponto que cooperou para este avanço foram as mudanças na regulamentação, que permitiram aos consumidores implantarem sistemas fotovoltaicos em suas instalações e interligá-los à rede da distribuidora: gerando sua própria energia, eles podem até mesmo zerar sua conta de luz e ainda injetar energia excedente na rede, ficando com créditos para consumos futuros.

Em São Paulo, o Governo do Estado publicou em 2015 dois decretos que incentivam a mini e microgeração de energia elétrica solar e a produção de peças para a fabricação de módulos e outros produtos para energia fotovoltaica. Com esta medida, o Governo Paulista pretende atingir 69% de participação de fontes renováveis em sua matriz energética até 2020.

Já Minas Gerais figura como um dos estados que mais apresentam micro e miniusinas, geralmente instaladas nos telhados de residências e comércios. Além destes estados, Ceará, Pernambuco, Paraíba, Paraíba, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro, regiões privilegiadas por suas posições geográficas, com incidência de sol praticamente o ano todo, também se movimentam para disseminar a tecnologia.

Mercado de trabalho

Outro destaque da energia solar é seu enorme potencial de geração de empregos. De acordo com estimativas de especialistas do setor, nos próximos 15 anos poderão ser gerados cerca de quatro milhões de postos de trabalho no Brasil, com trabalhadores especializados na fabricação de componentes, além de projetistas, integradores, instaladores e profissionais de manutenção de sistemas fotovoltaicos. Outro vasto campo que se abre, portanto, é o de formação de mão-de-obra na área.

Sobre a Intersolar

Com eventos em quatro continentes, a Intersolar é a principal série de feiras do mundo para o setor de energia solar e seus parceiros. Ela une pessoas e empresas de todo o mundo com o objetivo de aumentar a participação de energia solar no fornecimento de energia.

A Intersolar South America é a feira e conferência internacional para o setor de energia solar na América do Sul. O evento coloca no centro das discussões as áreas de energia fotovoltaica, tecnologias de produção FV, armazenamento de energia e tecnologias termossolares. Desde que foi fundada, a Intersolar se tornou a plataforma mais importante para fabricantes, fornecedores, distribuidores, prestadores de serviços e parceiros da indústria solar.

Com uma experiência de 25 anos, a Intersolar tem capacidade única de reunir os membros do setor de energia solar dos mercados mais influentes do mundo. As feiras e conferências da Intersolar são realizadas em Munique, São Francisco, Mumbai, Pequim e São Paulo. Desde 2014, esses eventos globais são complementados pelos “Intersolar Summits”, tendo lugar em mercados emergentes e em crescimento no mundo inteiro.

Serviço:

Intersolar South America
Data: 23-25 de Agosto de 2016
Local: Expo Center Norte – São Paulo – SP
Mais informações: http://www.intersolar.net.br/pt/inicio.html.

XV Encontro Nacional de Instalações Elétricas
Data: 23-25 de Agosto de 2016
Horário Exposição: 12h às 20h
Horário Congresso: 9h às 18h
Local: Expo Center Norte – São Paulo – SP
Mais informações: http://www.arandanet.com.br/eventos2016/enie/.
Informações à imprensa:

M.Free Comunicação

Tel: (11) 3171-2024 ramal 2

Roberta Provatti e Cristiane Peixoto

Related Post

3 Comments
  1. admin
    maio, 18, 2016

    Test comment

  2. ZooTemplate.com
    maio, 24, 2016

    Doesn’t a unit of electricity produced by wind turbines reduce a unit from another source? If there is hydropower on the system, that is the most likely source to be reduced, because it can be switched on and off the most readily. Some natural gas plants can also switch on and off quickly (though at a cost of

    • ZooTemplate.com
      maio, 24, 2016

      Unit from another source? If there is hydropower on the system, that is the most likely source to be reduced, because it can be switched on and off the most readily. Some natural gas plants can also switch on and off quickly (though at a cost of